SUEZ Water - Água e tecnologias de água

Fabricante de bebidas corta demanda biológica de oxigênio e taxas de disposição de efluentes em 35% com o BioPlus* da SUEZ

Processamento de bebidas

Desafio

A fabricante de bebidas Pepsi, em Wisconsin, sofria com altas taxas indiretas referentes a descarga de efluentes pagas a uma estação de tratamento municipal, principalmente devido ao conteúdo de DBO encontrado.  O cliente perguntou para a SUEZ se havia como baixar esses custos sem construir uma estação de tratamento de efluentes. A instalação do cliente possuía um tanque de equalização e dois tanques de neutralização de pH, que ofereciam somente em torno de 10 horas de tempo de retenção antes da descarga.

Solução

A equipe da SUEZ primeiro auditou o sistema e documentou a qualidade dos efluentes em diversas condições operacionais. Parâmetros como DBO, temperatura, pH, nutrientes, oxigênio e tempo de retenção foram avaliados. Foi decidido que a boa degradação bacteriana tinha boas chances de reduzir o DBO antes da descarga.

A equipe da SUEZ ofereceu realizar um teste utilizando o produto de bioaumentação/limpeza BioPlus BA3940. O produto, originalmente introduzido para fazer a manutenção de filtros de gordura, é um líquido de múltiplos componentes que contém bactérias, enzimas e surfactantes que melhoram a biodegradação de elementos orgânicos provenientes dos alimentos, inclusive FOG e outros DBOs relacionados. Após debater com a assistência técnica corporativa, foi desenvolvido um plano de teste que envolvia uma dose inicial de produto, seguido de uma dose constante e de baixa manutenção alimentada de forma contínua conectada a uma fossa anterior ao tanque EQ. Foi acordada uma meta de neutralização de pH de 5.5- 6,0.

Para comparação, dados de descarga de efluentes do ano anterior foram analisados, e a sobretaxa do DBO médio em que a estação foi avaliada foi de 2149 mg/l. Os dados também confirmaram que um nível mínimo aceitável de N e P estavam disponíveis para crescimento de bactérias.

Resultado

A média de DBO não filtrado inicial foi de 2149 mg/l antes do acréscimo de 3940 de BioPlus BA.

Depois de 3 dias de tratamento, sendo os primeiros dois a doses altas, as amostras de efluentes no ponto de descarga foram coletadas por um período de três dias. A média do DBO foi de 1563 mg/l. Isso representa uma redução de 27%.

O cliente decidiu continuar o programa de tratamento, uma vez que ele oferecia um bom retorno sobre seu investimento químico.

Dois meses depois, a amostragem foi repetida (com a mesma dosagem química de antes). A média dos resultados de DBO foi de 941 mg/l. As operações da produção permaneceram inalteradas, portanto o DBO de efluentes bruto deveria ser o mesmo. Os resultados mostraram uma remoção de DBO de 56%. Mais recentemente, os dados de descarga de DBO têm sido, em média, 1317 mg/l, representando uma remoção de 39% em relação à porção inicial não tratada.

Durante o último ano de implementação do programa, as reduções de DBO se traduziram, diretamente, em uma redução média na sobretaxa de efluentes de 35%.

Essa solução de bioaumentação simples e econômica também gerou para a estação uma grande economia de capital em termos de atualização de tecnologia.