SUEZ Water - Água e tecnologias de água

Controle do odor de efluentes

Controle os odores para manter a conformidade de segurança e ambiental

Os odores emitidos por instalações industriais e manufatureiras causam impacto no meio ambiente, no bem-estar da comunidade e na segurança e produtividade dos trabalhadores da estação. Muitas instalações industriais enfrentam o desafio de cumprir e manter a conformidade com normas de ar ambiental implementadas por agências reguladoras da poluição de ar e por organizações de fiscalização de saúde e segurança.

A SUEZ fornece um pacote abrangente de soluções químicas e recomendações operacionais e de engenharia para ajudar as instalações industriais a mitigar ou eliminar as emissões de odor.

 

Controle do odor de efluentes

Controle os odores para manter a conformidade de segurança e ambiental

Os odores emitidos por instalações industriais e manufatureiras causam impacto no meio ambiente, no bem-estar da comunidade e na segurança e produtividade dos trabalhadores da estação. Muitas instalações industriais enfrentam o desafio de cumprir e manter a conformidade com normas de ar ambiental implementadas por agências reguladoras da poluição de ar e por organizações de fiscalização de saúde e segurança.

A SUEZ fornece um pacote abrangente de soluções químicas e recomendações operacionais e de engenharia para ajudar as instalações industriais a mitigar ou eliminar as emissões de odor.

 

Produto em destaque

Soluções de controle de odor ProSweet

A tecnologia de controle de odores ProSweet inclui uma variedade de produtos para resolver os problemas de odor relacionados à água resultantes da liberação de sulfeto de hidrogênio, mercaptanos, amoníaco, aminas, compostos orgânicos voláteis e odores incômodos em geral. A solução mais econômica é identificada por meio de uma análise de sistema detalhada e enfoque de engenharia.

Controle do sulfeto de hidrogênio e redução nos compostos de enxofre

Para o controle de odores devido à redução nos compostos de enxofre, como H2S e mercaptanos, as soluções de controle de odores ProSweet incluem os inibidores e depuradores de sulfetos orgânicos não baseados em aminas patenteados da SUEZ. Esses produtos foram aplicados com bons resultados em água ou fases de lodo para depurar e/ou inibir esses odores, mitigando, consequentemente, sua liberação no ar.

Controle de odores incômodos

Para a mitigação de uma grande variedade de odores incômodos não relacionados ao sulfeto, as soluções de controle de odor ProSweet incluem uma combinação de óleos essenciais sem NPE. Essa solução, combinada com métodos de aplicação desenvolvidos de forma apropriada, oferece uma solução eficaz de tratamento de fase de ar para controlar odores indesejados.

 

Características e benefícios

Características e benefícios do controle de odor

O controle de odor ProSweet da SUEZ usado junto a uma auditoria de sistema abrangente e a recomendações de engenharia operacionais e de aplicação resultará em um ou mais dos seguintes benefícios:

  • Controle de sulfetos de hidrogêncio e odores incômodos - Comparado a depuradores orgânicos tradicionais, como triazina, os produtos de depuração de H2S ProSweet da SUEZ funcionam efetivamente em um ampla faixa de pH e reagem com rapidez.

  • Ambiente de trabalho mais seguro - Com a aplicação correta do ProSweet, nenhum acúmulo tóxico de H2S pode ocorrer no ar, ao contrário do que acontece quando são usados neutralizadores ou agentes que disfarçam o odor. Os efeitos tóxicos e relacionados à saúde do H2S não são cobertos, mas praticamente eliminados.

  • Resultados econômicos - O ProSweet é uma alternativa eficiente a programas inorgânicos produtores de lodo e depuradores orgênicos do tipo amina.

  • Eliminação do impacto ambiental negativo - O tratamento ProSweet produz produtos de reação estável e solúvel sem efeitos adversos nas operações de tratamento de efluentes. Os efluentes resultantes de tratamento podem ser descartados imediatamente sem incorrer em sobretraxas adicionais.

  • Proteção da integridade do equipamento - Ao remover odores que são corrosivos, o equipamento fica protegido contra corrosão adicional e problemas relacionados à corrosão.

  • Eliminação de reclamações públicas - Reclamações públicas sobre o odor podem afetar negativamente a imagem de um setor em uma comunidade. Eliminar os odores elimina as reclamações, o que é uma política efetiva de relações públicas com benefícios de longo alcance.

Estudos de caso

Perguntas frequentes

O que caracteriza o odor?

Odor é a percepção sentida quando uma ou mais substâncias químicas no ar são recebidas pelo sistema sensorial humano. As substâncias químicas que estimulam o olfato são conhecidas como odoríficas. Em muitos processos industriais e sistemas de tratamento de efluentes, sulfeto de hidrogênio, mercaptanos, aminas e orgânicos voláteis são algumas das substâncias odorosas emitidas que podem estimular seu sentido olfativo. A mais prevalente, comumente reconhecida e que requer atenção imediata é o sulfeto de hidrogênio (H2S).

Como o odor afeta instalações industriais e de efluentes?

Os odores emitidos de instalações industriais e de efluentes podem impactar as operações de muitas maneiras:

  • Reclamações públicas podem afetar negativamente a imagem e sua capacidade de pôr em prática uma política de relações públicas eficiente com a comunidade.
  • Questões de segurança devido aos efeitos tóxicos e na saúde podem ser feitas por funcionários trabalhando em áreas onde podem estar sujeitos a odores.
  • A produtividade pode ser impactada em áreas onde existem odores desagradáveis.
  • A integridade dos equipamentos pode ser ameaçada pela presença de odores devido à sua natureza corrosiva.
  • A estação pode enfrentar litígios ou multas decorrentes da falta de conformidade e de violações de segurança.
O que causa o sulfeto de hidrogênio?

O sulfeto de hidrogênio é produzido de fontes naturais, atividade industrial e decomposição microbiana de materiais orgânicos na ausência de oxigênio. A geração de H2S pode ocorrer em reservatórios de petróleo, estações de tratamento de efluentes e águas residuais, para citar apenas alguns exemplos.

Quais são os riscos do H2S?

O H2S é um gás altamente tóxico. O H2S é mais pesado do que o ar, não tem cor e, em baixas concentrações, tem um odor caraterístico de ovo podre. Mesmo baixas concentrações deste gás podem causar sérios perigos à saúde. Nos últimos anos, preocupações do setor e do público aumentaram a conscientização sobre problemas de saúde e segurança associados ao H2S em usinas industriais e de tratamento de efluentes. Como resultado, limites de exposição de 10 ppm a H2S ao trabalhar próximo a um ambiente de H2S são obrigatórios, para assegurar a saúde e a segurança do público e dos trabalhadores.

Quais são as fontes de H2S?

A introdução direta de sulfeto de hidrogênio e outros compostos de enxofre reduzidos, como os mercaptanos gerados de reações orgânicas e inorgânicas em plantas petroquímicas, fábricas de papel, siderúrgicas e outros processos industriais, em água de processo e fluxos de efluentes. Em aplicações de efluentes, um contribuidor primário para o sulfeto de hidrogênio é a redução bioquímica de compostos de enxofre inorgânico em sulfeto por bactérias redutoras de sulfato (SRB) em condições anaeróbicas ou de baixo oxigênio dissolvido. A velocidade pelo qual o H2S é gerado depende da concentração de orgânicos, sulfato e oxigênio dissolvido na água e de fatores ambientais, como pH e temperatura.